COOHRREIOS RS
10 ANOS DA COOHRREIOS
COMO SE ASSOCIAR
FALE CONOSCO
LEIS, ESTATUTO E RI
ATA DE FUNDAÇÃO
FÓRUM DE DEBATE
ENQUETE
NOTÍCIAS
Projeto Caxias e Salto do Jacuí
Projeto Nova Hartz
Projeto Baltazar
Notícias antigas
Escola Construtores  Sociais
SERVIÇO GRATUITO
ÁLBUM GERAL
MINHA CASA MINHA VIDA
PROJETOS EM OBRAS
PROJETOS EM ANÁLISE
PROJETOS EM ESTUDOS
PROJETOS EXECUTADOS
CRÉDITO SOLIDÁRIO
CMP Central Mov Populares
FENAHTECT
COOHRREIOS MG
Mãos Dadas Cooperativa
Bonsucesso Cooperativa
Ong Movimentação
 
 


BOLETIM INFORMATIVO do Trabalho Técnico Social - 174 Famílias Contempladas - Loteamento Vivendas de São Tomé - Ano I - N° 05 - Setembro/Outubro 06

_________________________________________________

ATO-FESTA CONSOLIDA SONHO DA CASA PRÓPRIA DE 42 FAMÍLIAS

 

                              Muita emoção, alegria e espírito de cooperação marcaram o ato – festa de entrega das primeiras 42 casas construídas no Loteamento Vivendas de São Tomé, em Viamão. A solidariedade venceu a desconfiança. Os primeiros contemplados do projeto receberam de forma simbólica a chave das suas casas no dia sete de outubro. Mais de 500 familiares, amigos e autoridades estiveram na confraternização, que começou na primeira hora da tarde e encerrou  à noite com muitos discursos , comes, bebes e som.

                              Coube ao cooperado da COOHRREIOS RS, Ronaldo de Souza Ramos, sintetizar o sentimento dos contemplados com a casa própria. “Sonhamos um sonho coletivo através do associativismo e da cooperação mútua e chegamos a conquista das nossas residências e agora nos sentimos realizados e prontos para darmos a nossa contribuição para o desenvolvimento de Viamão”. Ronaldinho como é conhecido entre seus colegas carteiros foi escolhido para falar em pelos cooperados durante a cerimônia. Para ele, os novos moradores do bairro São Tomé estão conscientes e preparados para a nova fase de suas vidas e querem conquistar mais melhorias em conjunto.

                              Os cooperados Sônia do Amaral Russo, da COOHATERRA, e Derli Macedo Alves,da COOHRREIOS RS, foram os apresentadores do evento. Na mensagem ‘O Sonho Realizado da Casa Própria’, entregue para todos os contemplados, vale destacar o seguinte trecho: “No princípio, éramos apenas pessoas diante de um projeto. Agora, é um projeto real diante de nós. ... Precisamos sempre caminhar – É fundamental. Porém não basta apenas caminhar, sem rumo,ou na contramão. É preciso ir na direção certa, superando os obstáculos. Mas para isso é importante lembrar que somente a união leva-nos a grandes vitórias. Eis então que o cooperativismo, do qual fazemos parte, pôde lapidar e concretizar tal projeto, beneficiando a todos nós. Neste longo caminho percorrido, colhemos como fruto a nossa Casa Própria... É preciso que essa união se mantenha firme, que ela se torne cada vez mais forte, em prol de novas conquistas. 

 HABITE-SE NA MÃO

                                      O engenheiro Joni Meira Niederauer cumpriu, mais uma vez, as suas promessas. Em menos de 15 dias conseguiu encaminhar junto a Prefeitura de Viamão a autorização para os moradores habitarem a sua residência, o habite-se das primeiras 42 casas. O documento pode ser obtido junto aos construtores, Osmar e Marcelo.

 

MAIS 65 FAMÍLIAS

CONTEMPLADAS

 

COOPHABON - Bonsucesso: -1- Adílson de Brito Silveira, -2- Alequissandro da Costa Abreu, -3- Alessandra da Rocha da Silva, -4- Alexandre Conceição Totta, -5- Aline Meleu de Souza, -6-Arnaldo Bernardo Júnior, -7- Cátia Cilene Figueira Custódio, -8-Charles Ferreira Nunes, -9-Claudete Cruz Cardoso, -10-Cláudia Ferreira, -11- Cláudia Regina Machado Gomes, -12-Cláudio Manoel Oliveira França, -13-Cristiane dos Santos, -14-Daniel dos Santos Rodrigues, -15-Diego Nunes de Souza, -16-Eleandro dos Santos, -17-Gleir Abreu Squeff,-18- Grazielle Leal Silva, -19-Jacqueline da Cunha Ilha,-20-José Eliseu Ribeiro da Silva, -21-Julio César Machado Claudino, -22-Jussara Janaína dos Santos,-23-Loiraci Ferreira,-24-Loivo Luís Silveira de Souza e Vera Regina Rodrigues Rosa, -25- Luiz Carlos Barreto Soares Fischer, -26- Luiz Cláudio Silva dos Santos e Gislaine Dias da Costa, -27- Marco Antônio Pereira Cassemiro, -28- Marli Terezinha Ricardo, -29- Marlon Silveira e Adriana Contreiras Silveira, -30- Marta Rosane Machado, -31-Melissa Janaína Menezes Felisberto, -32- Paulo Jéferson Silveira,-33-Renê Fabro Zwierzinski, -34- Ricardo dos Santos,-35- Ricardo dos Santos Rosa, -36- Rosmeri Maria Fardim, -37- Simone kemel, -38- Taunei Machado de Souza, -39- Vera Lúcia de Souza Menezes,  e ,-40- Vítor Antunes Leier e Mariane Dias do Carmo. COOHATERRA: -41- Aldair Machado Rios, -42- Aline Rocha, -43-Anderson Machado Ferreira e Liamar da Silva Machado Ferreira, -44- Caroline Perreira Muniz,-45- DanielMello Lotufo, -46- Fernando Cardoso da Silveira, -47- Gustavo Soares Andrade, -48-Jussara Cristina de Oliveira Prestes, -49- Laura Zoe Pereira, -50- Maristela Lange,-51- Neusa Maria Meneguette, -52-Silvia do Amaral Froemming, -53-Tamara Trindade Soares,-54- Tatiane da Silva Arisi, e , -55-Thadiely Lebenz Cardoso. COOHRREIOS RS: -56- André Luiz Silva de Lima e Maria Aparecida Oliveira de Carvalho, -57- Denise dos Santos de Anacleto, -58- Diego Guedes Rodrigues e Roselane Monteiro, -59- Evanira Rosa da Silva, -60- Kellen de Oliveira Nunes, -61- Patrícia de Almeida Silva, -62- Paulo Augusto Rodrigues Pereira, -63-Rute Eliane Freitas da Silva, -64- Silvia Rejane Ortiz de Fraga e Luís Fernando Guimarães de Fraga, e , -65-Vera Moraes da Silva.

 

COOPERAÇÃO PARA COM OS PIONEIROS

     O casal Gisele Vieira Mendonça e Eliasar Fassbinder Dornelles foi o primeiro a se mudar para a nova casa. Foram os primeiros a receberem a solidariedade de construtores e cooperativados. Foi num mutirão, comandado pelo coordenador administrativo da COOHRREIOS RS, Paulo Machado, que os detalhes mais urgentes foram ultimados. No entanto,eles foram os primeiros também a enfrentarem os problemas de iluminação pública, recolhimento de lixo, pavimentação da estrada de acesso, atendimento no posto de saúde e transporte coletivo.

       Nos últimos dias, Eliasar tem enviado emails, feito telefonemas, e buscado ajuda em todos os cantos para tentar melhorar a qualidade de prestação dos serviços públicos municipais. Essa tentativa individual de encaminhamentos de assuntos de interesse de toda a nova comunidade precisa de cooperação. A ação deste indivíduo pode se tornar o embrião de formação da futura associação comunitária ou de moradores do Loteamento Vivendas de São Tomé. Afinal, os problemas de hoje,senão forem resolvidos agora, terão de serem mais tarde.

 Promessas do Prefeito precisam ser cobradas por todos. No encontro do dia 13/09 foi prometida a demarcação e retirada das pedras dos 500 metros da Rua Victorino José Goulart.

 COMISSÃO DE OBRAS PASSA APRENDIZADOS

 

                            O trabalho da Comissão de Obras do Primeiro Módulo é modular e precisa ser seguido pelas comissões dos outros grupos. Os participantes desenvolveram uma boa sistemática de acompanhamento das construções. Nos últimos dias finalizaram a vistoria das 42 casas entregues pelos construtores. Agora, a idéia é ir entregando as chaves para os moradores que ainda não se mudaram.

                            Segundo a cooperada Vera Beatriz Costa Teixeira, da COOHATERRA, e uma das coordenadoras da Comissão de Obras do Grupo I, muitos são os aprendizados propiciados pela atividade, além da fundamental incumbência de acompanhar a evolução física das obras. “A receptividade dos novos têm sido boa e nós esperamos passar a eles o nosso aprendizado”. Vera lembra que muitas são as pendências e poucas são as pessoas realmente participativas, mas , mesmo assim,  o trabalho é gratificante. Uma lição que ela faz questão de passar aos colegas, desde já, é quanto ao controle da execução dos opcionais – melhorias que os contemplados contratam de forma particular junto aos construtores e fornecedores de materiais de construção. “Os próprios proprietários têm de abraçar o acompanhamento da execução das obras dos opcionais como estrutura para segundo piso, colocação de piso e de aberturas diferenciadas do padrão da casa financiada pelo programa crédito solidário”.  

 EVOLUÇÃO DAS OBRAS - “O atual quadro de execução das obras, com uma construtora,   e a solução para os problemas de fornecimento de materiais, ,  simplificou o  aproveitamento dos recursos disponíveis e garantiu a retomada da normalidade no processo”. A avaliação é do engenheiro Joni Meira Niederauer, responsável técnico pelo projeto das casas do Loteamento. 

1° Módulo – Casas prontas e entregues. Faltando apenas a liberação final da Caixa Econômica Federal.

2° Módulo – Aberturas sendo compradas e em execução a fase de acabamentos.

3° Módulo – Em execução os alicerces.

4° Módulo – Aguardando início das obras.  

 

Trabalho Técnico Social

 

NÃO DEIXE O SEU PEDRO SEM VOZ E O SÉRGIO REFLEXIVO DEMAIS, PARTICIPE DAS REUNIÕES DO TRABALHO TÉCNICO SOCIAL

 

DEZEMBRO

 

Grupo 1

Dia 02 – Sábado – 15h – Escola Barão de Lucena, em Viamão

Dia 17 – Domingo – 14h – Festa de Fim de Ano no Loteamento

                                                           . Grupos 2 e 3

04 – Segunda-feira – 18h30 – Cpers-Sindicato – Avenida Alberto Bins, 460, 

nono andar, centro de POA

17 – Domingo – 14h – Festa de Fim de Ano no Loteamento

                                                           . Grupo 4

09 – Sábado – 15h – Auditório dos Correios – Rua Siqueira Campos, 1100,      

terceiro andar, centro de POA

17 – Domingo – 14h – Festa de Fim de Ano no Loteamento

 

     O psicólogo Sérgio Magnan, coordenador do Trabalho Técnico Social, está propondo aos contemplados a diminuição do número de reuniões durante os meses de férias, janeiro e fevereiro, e a realização de um encontro

 geral entre todos os grupos. 

 COMO PEDIR ÁGUA, LUZ...

 

LIGAÇÃO DE ÁGUA – Primeiro Passo -O proprietário titular – aquele que assinou o contrato com a Caixa Federal – leva até a sede da Corsan, em Viamão, rua Liberdade, 347, bairro Santa Isabel, Parada 32, cópias do contrato com a Caixa, CPF, e solicita a vistoria na sua casa, que tem prazo de três dias para ser realizada. Segundo  – Ligar para a funcionária Silvana, fone 3493-1072, para saber se a vistoria foi aprovada. Terceiro  – Após, o titular ou seu representante deve retornar a Corsan e solicitar o laudo técnico. Quarto – Com o laudo em mãos é hora de visitar a Prefeitura – Secretaria de Planejamento localizada no centro do município – e solicitar a Licença de Vala e a Certidão de Número. Quinto – Com a Licença de Vala e a Certidão de Número prontas, retorna a Corsan e solicita a ligação. Nesse momento deve pagar taxa de R$ 139,00 – cento e trinta e nove reais, que pode ser parcelada de três à seis vezes.Conforme o técnico da  Corsan,Vanderlei Somariva, o prazo de ligação é de no máximo sete dias.

LUZ -   Basta ligar para o número 0800-999196, do Serviço 24 Horas da CEEE, e fornecer nome da rua(por letra) e o número da casa, informações que podem ser obtidas junto aos construtores com Marcelo (9968-6226) e /ou Cláudio(9238-8894). Fonte – Danúbio Brasil, cooperado da  BONSUCESSO, e morador da rua A, casa 77.

MATRÍCULA ESCOLAR – Ligue para a Secretaria Municipal da Educação, fones 3485-8871 e 3485-3912 ou se dirija até a Central de Matrículas (Parada 36, Instituto Ana Jobim, fone 9977-5816).

OUTROS SERVIÇOS PÚBLICOS MUNICIPAIS – Ligue para o Serviço Fala Cidadão, 0800-6010203. 

___________________________________________________________________

 BOLETIM INFORMATIVO do Loteamento ‘Vivendas de São Tomé’- Viamão – Circulação Bimestral – Setembro/Outubro de 2006 – Ano I – Nº 05

 Comissão Editorial -Denise Rodrigues GoulartCOOHATERRA),Marici  Mendina Gonçalves(COOHRREIOSRS) e Paulo Roberto Dorneles Franqueira – Jornalista Responsável – Reg.Prof. 6609.

 Projeto Técnico Social - Helena Bonumá – Coordenadora, Sérgio Magnan  - Psicólogo (CRP:07/13494), Adílson Bier – Técnico Social Responsável – Assistente Social (CRES: 6059), Jeférson Nunes – Ass. Financeiro e Pedro Orlando dos Santos – Agente Comunitário.

 ___________________________________________________________________
Por 
       Paulo Franqueira 

24/03/2006 - Crédito Solidário – Liberados mais mil reais por unidade habitacional
                       Folga no bolso dos contemplados no Loteamento Vivendas de
                                   São Tomé em Viamão (24/03/06) 

                                   O Ministério das Cidades atendeu solicitação da Cooperativa Habitacional dos Empregados da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos do Estado do Rio Grande do Sul de aumento do valor unitário dos 149 créditos para uso em projetos habitacionais no Estado. O montante passou de 19 mil para 20 mil reais. Com o reajuste, a COOHRREIOS/RS tem dois milhões 980 mil reais para aplicar em compra de área, infra-estrutura básica e construção de casas. A confirmação oficial chegou, nesta semana, através de carta assinada pelo Gerente de Projeto do Programa de Crédito Solidário do Ministério das Cidades – Secretaria Nacional de Habitação, Daniel Vital Nolasco.
                                 O reajuste nos valores havia sido solicitado no dia 10 de março deste ano. O coordenador administrativo da COOHRREIOS/RS, ainda comemora a notícia: “o ministério está na nossa porta se empenhando para atender nossas reivindicações”. Para ele, o Governo Federal está mostrando sensibilidade com o trabalhador de baixa renda. “Os custos de qualquer empreendimento habitacional são elevados e o Ministério das Cidades entendeu o nosso pedido”, frisa o dirigente. Paulo Machado avalia que o retorno do Ministério das Cidades foi rápido, considerando que o ministério “é o olho do furacão em virtude de o país todo precisar de atendimento”. Feliz, o dirigente do emergente cooperativismo habitacional, conta que “até agora todas as solicitações da cooperativa foram atendidas”. 
                                 FACILITAÇÃO – A vantagem vai se dar no bolso do tomador do crédito. “Vai facilitar para o proponente na hora de pagar a contrapartida”, raciocina o coordenador administrativo da COOHRREIOS/RS. Pelos cálculos da assessoria técnica da cooperativa, 285 reais vão poder ser usados para o pagamento do trabalho do engenheiro responsável pelos projetos, 150 reais para uso nos custos do Projeto Técnico Social e 550 reais no pagamento das despesas com taxas de incorporação junto a Caixa Econômica Federal. “O bom é que o contemplado vai poder usar as suas economias na compra de opcionais para a sua casa, como forro, pisos e outros”, completa Paulo Machado.

24/03/2006 - Assembléia Geral avalia proposta de mudança no Estatuto 

                          A COOHRREIOS/RS está se preparando para atender a demanda de cadastramentos para o projeto habitacional no terreno da EBCT na Avenida Baltazar de Oliveira Garcia, em Porto Alegre.  Na pauta da assembléia geral ordinária e extraordinária do dia 21 de maio deste ano consta o item alterações do estatuto, além da prestação de contas do exercício 2005 e da eleição para o Conselho Fiscal.   

                          A reunião de preparação aconteceu no sábado, 18 de março, na sede nova da COOHRREIOS/RS (Avenida Siqueira Campos, 1184, 1º Andar, Sala 06, Edifício Condomínio Castelo, Centro de Porto Alegre) quando o Conselho Administrativo e Fiscal tratou do assunto. Participaram o coordenador administrativo Paulo Machado, o conselheiro administrativo Ronaldo de Souza Ramos, e os conselheiros fiscais Rosangela Maria Pires da Silva, Maria Inês Nunes Martins, José Nunes de Freitas e Suzete da Silva Franco.

                          “As mudanças estatutárias devem ir ao encontro da grande demanda que deveremos ter para quando iniciarmos as inscrições ao Conjunto Habitacional previsto para o terreno da Baltazar”. A projeção é do coordenador administrativo da COOHRREIOS/RS.  Paulo Machado estuda em conjunto com a diretoria as propostas de alterações. Hoje, a cooperativa somente pode associar empregado dos Correios. Com as mudanças, a participação como cooperativado-associado deve ser ampliada para os funcionários da Rede de Franqueados, estagiários, prestadores de serviço e terceirizados da ECT, entidades vinculadas como Arco, Sindicatos das categorias dos trabalhadores nos Correios, Coopcorreios, e servidores públicos municipais, estaduais e federais. Outra proposta que deve ser apreciada visa a possibilidade dos associados indicarem parentes até o quarto grau. O local e o horário da assembléia geral ordinária e extraordinária do dia 21 de maio (domingo) vão ser confirmados em abril.

Grupo de São Leopoldo quer dar “ADEUS AO ALUGUEL” (27-03-06) 

                              Fugir do aluguel como quem foge do diabo. Essa é a pretensão da carteira Márcia Teresinha da Silva, de 37 anos, lotada no CDD São Leopoldo. Mãe de um menino de dez anos, ela paga R$ 280,00 de aluguel por uma casa de cinco peças – dois quartos, sala, cozinha e banheiro, e  com o reajuste previsto para abril a prestação deve passar para R$ 300,00. 
                              Márcia aceitou o desafio de liderar um grupo de trabalho no município para eliminar da sua vida e de outros colegas o custo mensal do aluguel. Como carteira, Márcia recebe R$ 612,00, tirando as despesas sobra líquido no final do mês R$ 360,00. “O negócio é parar de pagar aluguel”, é o discurso dela para convencer os colegas a se unirem. No momento, dez pessoas aderiram a idéia e estão unidas “atrás de um terreno”. O último, em vista, fica na Avenida Feitoria e tem 30 metros de frente por 36 de fundos e está sendo vendido por R$ 80 mil.
                             A COOHRREIOS RS está dando o suporte técnico, material e financeiro para o Grupo da Casa Própria de São Leopoldo. O Conselho Administrativo autorizou a cobertura dos custos de transporte e taxas públicas, desde que haja a devida prestação de contas com notas e outros documentos. 
                             Márcia Silva considera a casa própria prioridade na existência de qualquer ser humano. “Morar no que é seu deveria ser prioridade no caso de todo o ser humano, inclusive até antes de comprar um carro”. Segundo ela, casa própria garante as pessoas estabilidade como cidadão. 
                             . Se você ainda não aderiu e tem vontade de fazer parte do Grupo da Casa Própria de São Leopoldo entre em contato com a COOHRREIOS RS pelo fone 3226-7686,   ou então,  com Márcia Teresinha da Silva, Coordenadora, fones 9622 – 8639 ou 3592-1329.

Loteamento Viamão–Construtores aprontam canteiro de obras(28-03-06) 
                         Está tudo pronto para o início das obras de construção das casas no Loteamento Vivendas de São Tomé, em Viamão.  O Galpão Comunitário, onde vão funcionar escritório, refeitório, vestiários e oficinas dos construtores, foi erguido na última semana. A informação é do empresário e responsável pela construção das casas, Jorge Schultz. 
                         O espaço ocupa três terrenos, localizados na Quadra Cinco. O Galpão tem 400 metros quadrados e vai abrigar material de construção como pedra, brita, tijolo, cimento, ferro e madeiras. O investimento inicial da Ergo Construtora e da Empreiteira MFG Gonçalves ultrapassa os 20 mil reais.
                          Dinheiro para Construção – “Estamos aguardando a liberação dos valores pela Caixa Econômica Federal”. Um problema no sistema de dados da CEF impediu o repasse, nos últimos dias, do valor para dar início a construção das primeiras 38 casas. A boa notícia de hoje é que o montante da Cooperativa Habitacional Bonsucesso (COOHBON)   foi depositado na conta dos construtores, mas está bloqueado. Nesta semana,   os valores referentes as cooperativas Ana Terra(COOHATERRA) e COOHRREIOS devem ser depositados. 
                          Cronograma de Obras – “Caso haja uma uniformização no repasse da verba pela Caixa, a obra deve estar pronta em seis meses”. A projeção é do empresário Jorge Schultz. No primeiro mês, 30 pessoas entre técnicos e operários vão estar trabalhando no canteiro de obras. 

Mês              Equipe de Trabalho                 Número de Casas Construídas

1º                 30 pessoas                                                10

2º                 30 pessoas                                                10

3º                 30 pessoas                                                10

4º                 30 pessoas                                                10

5º                 60 pessoas                                                80

6°                 60 pessoas                                                84   

 TOTAL DE CASAS EM SEIS MESES - 204
. Projeção feita pela Ergo Construtora (Rua Dario Totta, 53,  bairro Teresópolis, Porto Alegre, fone: 3322-1387) e pela Empreiteira MFG Gonçalves (Rua Barão do Cerro Largo,1285, bairro Intersul, Alvorada). As duas empresas são as responsáveis pela obra.

COOHRREIOS RS APOIA PROJETO DE EMBELEZAMENTO POPULAR     (29-03-06)       Idéia é resgatar auto-estima do trabalhador desempregado. 
 
                               Quando a vida não vai bem é comum a pessoa andar em baixa. E quando ela está desempregada, então, a auto-estima é a primeira a cair. Para recolocá-la no seu lugar é preciso mais do que uma palavra de apoio. Nessa hora pesa muito o apoio moral e material. Aquela injeção de estímulo e ânimo para enfrentar melhor as agruras do dia-a-dia. Foi pensando assim que a empresária Itanajara Almeida bolou e está lançando o Projeto de Embelezamento Popular. E a COOHRREIOS RS, dentro da sua proposta de administrar com responsabilidade social, está apoiando a iniciativa.
                               O Studio Itanajara Fashion Hair é o agente responsável e executor do projeto. Na sua sede, localizada na Avenida Siqueira Campos 1184, Sala 5, 1º Andar,  Centro de Porto Alegre, oito profissionais especializados na área da beleza estética prestam atendimento gratuito a desempregados que comprovem entrevista para emprego. Para ser atendido, o interessado precisa marcar por telefone, com antecedência.  A solução simples visa devolver ao desempregado, sem recursos para aplicar na aparência, a auto-estima neste momento delicado. “Queremos levantar a auto-estima das pessoas em situação de desemprego para que elas possam, sem desembolsar já o que não tem, se apresentar nas entrevistas de seleção com uma boa aparência”, explica Itanajara.  
                               Para ampliar o projeto, Itanajara sonha com o apoio de empresas e de voluntários. “A adesão ao projeto pode se dar através de convênio para fornecimento de cosméticos, mão-de-obra ou para custear despesas de manutenção como luz e aluguel,  por exemplo”. 
                               Divulgação – O Projeto de Embelezamento Popular foi divulgado na sexta-feira passada no programa Jornal do Almoço da RBS TV, em matéria no jornal Diário Gaúcho, edição de terça-feira(28-03-06), e nos próximos dias será alvo de reportagem no Jornal Nacional da Rede Globo.  Adesões e apoios podem ser feitos pelo fone: (51) 2126-0500, das nove às 19 horas. 

COOHRREIOS RS MOSTRA SUAS FRENTES DE TRABALHO  (30-03- 06) 
Leia atentamente e confira.  
                                                     
                           O cooperativismo habitacional oferece muitas possibilidades de atuação. Às vésperas de completar dois anos, a COOHRREIOS RS ataca em várias frentes. A Cooperativa foi fundada no dia 22 de maio de 2004.                              No momento, o Conselho Administrativo procura formatar portal de relacionamento permanente e profícuo com seus associados e parceiros, através do seu site www.coohrreiosrs.com.br e da sua sede, em funcionamento a partir da segunda quinzena de março, deste ano, localizada na Avenida Siqueira Campos, 1184, 1º Andar, Sala 6, Edifício Condomínio Castelo, Centro de Porto Alegre.  O atendimento ao público se dá de segundas às sextas-feiras, das 13h30 às 18h. 
                           “A COOHRREIOS RS trabalha para realizar o sonho da casa própria, bem como, a melhoria na moradia de quem já possui imóvel. Confira nossas atividades”. O convite para você mergulhar na leitura das principais ações da cooperativa é do Coordenador Administrativo, Paulo Machado. Confira:
Viamão – Parada 42, Loteamento Vivendas de São Tomé. Junto com mais três cooperativas está desenvolvendo a construção de casas de 42,90 m² (dois quartos, sala, cozinha e banheiro) em terreno de 6,50cm de frente   x  25 m de fundos. No primeiro módulo são 24 contemplados,  mais 13 no segundo, devendo no terceiro chegar próximo da marca de 30 associados conquistando a casa própria, totalizando em torno de 60 beneficiados nos 204 lotes urbanizados do loteamento.
Grupos da Casa Própria – Formação de grupos em São Leopoldo/Novo Hamburgo e municípios próximos;  Esteio/Sapucaia do Sul e proximidades e;  Gravataí e arredores. Lideranças identificam áreas para construção de condomínio coletivo de casas.
Rubem Berta – Foram oferecidos  à cooperativa em torno de 25 terrenos em loteamento no bairro Rubem Berta. Em estudo possibilidade de aquisição dos lotes e construção de casas.
Porto Verde –  Foram oferecidos  à cooperativa 40 terrenos em loteamento urbanizado no bairro Porto Verde de Alvorada. Em estudo possibilidade de aquisição dos lotes e construção de casas com telhado de barro.
PAR – Baltazar – Aprovados os projetos junto à Prefeitura de Porto Alegre para construção de conjunto habitacional pela Caixa Federal em área de oito hectares pertencente aos Correios localizada na Avenida Baltazar de Oliveira Garcia, 1724. Em negociação com o Governo do Estado a liberação de recursos para abertura de rua central, e com a Prefeitura e a Câmara Municipal de Vereadores de Porto Alegre a busca da isenção de impostos e taxas para construção dos 940 apartamentos previstos.
Melhoria – Busca de linha de financiamento para construção de casas em terreno próprio e para reformas de residências.
Consórcio –  Em negociação para formação de grupos com renda acima de seis salários mínimos visando a aquisição de casas em condomínio ou de forma individual.  
                         A COOHRREIOS RS adotou o seguinte slogan: “Casa Própria Para Todos”. Um resumo das suas iniciativas em prol de quem quer e precisa de moradia, bem como daqueles que desejam melhorar o seu lar através de reforma.

FUNCIONÁRIOS DA CAIXA SINALIZAM COM PROJETO DE INCLUSÃO DIGITAL PARA LOTEAMENTO DE VIAMÃO  (30-03-06)
Boa – Nova foi apresentada em reunião na CEF.

                        Os   contemplados  no Loteamento São Tomé, em Viamão, já tem um ótimo motivo para formarem sua associação de moradores. A Ong Moradia   e   Cidadania   dos   funcionários   da   Caixa   Econômica  Federal desenvolve  projeto  de  inclusão  digital  para associações  comunitárias.  A entidade doa computadores para realização de oficinas de informática.
                        “Os  mutuários  contemplados no Loteamento Vivendas de São  Tomé,  em  Viamão,  devem  reservar  uma  sala  para participarem  do Projeto de Inclusão Digital da Ong Moradia e Cidadania da CEF”. O comunicado  foi  feito  nessa  quarta-feira  pelo  Coordenador  Estadual   da Organização  Não-Governamental,  Artur  Ferreira  Almeida,  ao Coordenador Administrativo da COOHRREIOS RS, Paulo Machado. 
                         Para receberem as máquinas, os moradores deve oferecer o espaço físico. Depois, a  futura associação  dos  moradores  pode  realizar oficinas no segmento da informática.  A doação pode dar origem a formação de um Telecentro.

Acesse  o  site:   www.moradiaecidadania.org.br   e  confira  o  trabalho dessa ONG.

AGENDA DO LOTEAMENTO DE VIAMÃO (31-03-06) Confira e participe.

                             O Projeto Técnico Social em andamento com os primeiros 38 contemplados no Loteamento Vivendas de São Tomé, em Viamão, realiza neste sábado (01/04/06) mais um encontro. Em pauta a interpretação das cláusulas contratuais. O tema será abordado pela equipe técnica na Oficina Direitos e Deveres. O início dos trabalhos está marcado para às duas horas da tarde, no auditório do terceiro andar do Prédio Sede dos Correios(Avenida Siqueira Campos, 1100).  Participação aberta para todos os interessados e presença obrigatória para os contemplados.
                             Nesta sexta-feira (31/03/06), a partir das dez horas, na sede da COOHRREIOS RS (Avenida Siqueira Campos, 1184, Sala 6, Primeiro Andar) será realizada reunião dos construtores com as direções das cooperativas, responsável pelo Projeto Técnico Social e pela Art D2 Engenharia responsável pelo projeto técnico do empreendimento. Confirmadas as presenças do empresário Jorge Schultz, da Ergo Construtora, do assistente social da Ong Guayí, Adílson Bier, responsável pelo Projeto Técnico Social, do engenheiro Joni Niederauer, da diretora da COOHAGIG (Cooperativa Habitacional Giusepe Garibaldi), Janete Maria Schmitz, da coordenadora administrativa da COOHABON (Cooperativa Habitacional Bonsucesso), Nara Diva Mendonça , da coordenadora geral da COOHATERRA (Cooperativa Habitacional Ana Terra), Rosane Portilho, e do coordenador administrativo da COOHRREIOS RS, Paulo Machado. Em discussão o atraso nos repasses dos recursos para o início das obras, a compra de opcionais e o cronograma de trabalho.
                             À tarde, um grupo de representantes das cooperativas, da ONG Guayí, da Art D2 Engenharia e os membros da Comissão de Obras realizam visita ao canteiro de obras do loteamento.

CENTRAL DAS COOPERATIVAS HABITACIONAIS CONVOCA ASSEMBLÉIA (31-03-06)
                          O relatório das atividades desenvolvidas no exercício de 2004/2005, a eleição para o Conselho Fiscal 2006/2007 e assuntos gerais são as principais pontos de pauta da assembléia geral ordinária da Central das Cooperativas Habitacionais do Rio Grande do Sul.  O encontro acontece neste sábado (primeiro de abril), na sede do CPERGS - Sindicato (Avenida Alberto Bins, 480, centro de Porto Alegre.  A primeira chamada será feita às oito horas da manhã.O edital de convocação foi publicado no dia 22 de março, deste ano. 
                           QUORUM – Na primeira chamada, a assembléia pode ser iniciada com a presença de 2/3 dos associados. Faltando quorum, uma segunda chamada vai ser realizada às nove horas da manhã, mas permitindo o início desde que estejam presentes metade mais um do número de sócios. E, caso haja a necessidade de uma terceira chamada, que será feita às dez horas da manhã, a assembléia poderá iniciar com a presença mínima de dez associados. O quorum atual é de 40 filiadas. A Central das Cooperativas Habitacionais é dirigida por Egon Kirchhein, atual presidente.

                           ENTRE EM CONTATO – Fone/fax: (51) 3443-5966. 

                                                       - Email: coopcentral@ terra.com.br

PARTICIPE DA FESTA DE CONFRATERNIZAÇÃO DOS CORREIOS (31-03-06)
                           Sete de abril, uma sexta-feira, é dia de confraternizar com os empregados dos Correios. A partir das oito horas da noite, no CTG Estância da Azenha, inicia o 2º Jantar Dançante de Confraternização dos Correios. O evento terá a animação do Conjunto Trio Campeiro. No jantar vão ser servidos churrasco, galeto, salada verde e maionese. A bebida é por conta de cada um.
                           _________________________      

                           INGRESSOS – Até o dia cinco de abril ao preço de R$ 15,00.
                           PONTOS DE VENDA – Arco c/Benta. Fones: 3211-                                                         2358   e 3226 – 0588.

                                                   - CCE c/Conceição. Fone: 3361-7570.

                                                - GERAT c/Carmem. Fone: 3220 – 8779.

                                             - SIEE c/Rita. Fone: 3220 – 8917.

 

                           ATENÇÃO – Ingressos Limitados.

                                         - Sócios da Arco podem descontar em folha.

                           LEMBRETE – O CTG Estância da Azenha fica na Rua Aureliano de Figueiredo Pinto, 15, ao lado do Fórum Central de Porto Alegre.

CAIXA FEDERAL SELECIONA MAIS 78 PARA O LOTEAMENTO DE VIAMÃO (05/03/06)
                        Mais setenta e oito pessoas devem assinar os contratos de financiamento do Programa Crédito Solidário para acesso a casa própria no Loteamento Vivendas de São Tomé, em Viamão, na próxima sexta-feira (07/04/06). A solenidade de assinatura está confirmada pela Caixa Econômica Federal, falta apenas definir o horário e o local. As cooperativas vão avisar os seus associados. 
                       O segundo módulo de construção das casas, portanto, está começando. Até o momento foram contempladas 116 pessoas entre as quatro cooperativas parceiras no empreendimento – COOHRREIOS RS, COOHATERRA, COOHAGIG E COOHABON - Bonsucesso. Na última etapa, a Caixa Federal vai selecionar mais 88, finalizando os 204 lotes adquiridos pelas cooperativas na Parada 42, em Viamão. No dia 28 deste mês deve ser realizada a cerimônia de assinatura dos contratos do terceiro e último módulo.  
 
PRIMEIRO MÓDULO              38 LOTES
SEGUNDO MÓDULO              78 LOTES
TERCEIRO MÓDULO              88 LOTES

SEGUNDO GRUPO DE CONTEMPLADOS COM A CASA PRÓPRIA EM VIAMÃO COMEÇA PROJETO TÉCNICO SOCIAL (05/04/06)
                        Como funciona o Programa Crédito Solidário do Ministério das Cidades? Quais são as principais atribuições de cada uma das partes no processo de acesso a casa própria no Loteamento Vivendas de São Tomé, em Viamão? E o que pretende o Projeto Técnico Social? Essas questões foram respondidas aos 78 contemplados no segundo módulo, em reunião realizada na segunda-feira(03/04/06), à noite, no Auditório Luís Nabor Brufatto, Prédio Sede dos Correios (Avenida Siqueira Campos, 1100, Terceiro Andar). 
                        Quarenta e nove pessoas participaram da primeira reunião do Projeto Técnico Social para o segundo grupo de contemplados em Viamão. O encontro iniciou por volta de 19 horas e encerrou em torno de 22 horas. 
                        SORTEIO DE LOTES – Os presentes participaram da definição do seu lote. Foi realizado sorteio público para a escolha do terreno de cada um dos novos contemplados. 
                        ELEIÇÃO DE REPRESENTANTES – Na reunião também foram eleitos os representantes das Comissões de Finanças e de Obras por cada uma das cooperativas.
 
COMISSÃO DE OBRAS              NOME                                  COOPERATIVA 
                       Paulo Renato Machado da Silva           COOHRREIOS RS 
                       Luciano Martins da Silva                      COOHRREIOS RS 
                       Luis Alberto da Motta Viana                COOHRREIOS RS 
                       Rosália de Lurdes Ortiz de Alcântara       COOHAGIG 
                       Renildo Lopes                                           COOHAGIG 
                       Jorge Roberto Lopes Senff Júnior            COOHAGIG 
                       Carlos Fernando da Rosa                     COOHABON           Márcia Elisa Ribeiro Lima                    COOHABON 
                       Aline Rocha                                           COOHATERRA 
                       Neusa da Graça Cardoso                           COOHATERRA 
                       Sônia do Amaral Russo                             COOHATERRA

 
COMISSÃO DE FINANÇAS         NOME                                COOPERATIVA 
                        Paulo Renato Machado da Silva          COOHRREIOS RS    Luis Antonio Serafim dos Santos        COOHRREIOS RS 
                        Luis Alberto da Motta Viana               COOHRREIOS RS 
                        Ben Hur Costa Custódio                           COOHAGIG 
                        Joir Oliveira de Lima                                COOHAGIG 
                        Janete Marisa Schmitz                              COOHAGIG 
                        Raquel Batista Rosa da Silva             COOHABON 
                        Marlova Marques Brando                  COOHABON 
                        Nara Diva Mendonça Cruz                COOHABON 
                        Dilcione Rosa Corrêa                             COOHATERRA 
                        Sônia do Amaral Russo                          COOHATERRA 
                        Maria Rosane Araújo Portilho                COOHATERRA

                               PRÓXIMAS REUNIÕES – O Projeto Técnico Social segue no momento em duas frentes, de acordo com o responsável técnico, assistente social Adílson Bier. O Primeiro Grupo, dos 38 primeiros, tem reunião no sábado(08/04/06), às 15 horas, no Auditório Luis Nabor Brufatto, Prédio Sede dos Correios, Terceiro Andar. Em pauta, o Boletim Informativo e a definição com as cooperativas e os beneficiários das informações a serem divulgadas, Oficina de Construção das Regras de Convivência em Grupo – Direitos Humanos e Diversidade e a aplicação do Instrumento de Avaliação Mensal.
                               O Segundo Grupo, dos 78, tem reunião agendada para a próxima segunda-feira(10/04/06), às 18h30, no Auditório Luis Nabor Brufatto, Prédio Sede dos Correios, Terceiro Andar. Os assuntos a serem discutidos são: Boletim Informativo, Gestão do Processo Técnico Social e Apresentação do Potencial Econômico-Social do entorno do Loteamento.

"O cooperativismo habitacional compreende-se por uma luta que é de todos.Todos precisam ajudar na construção de uma sociedade fraterna, igualitária e principalmente, solidária. Não podemos aceitar o individualismo como uma saída emergente para as nossas dificuldades. Sejamos sociais, pois só assim, contribuiremos para um mundo melhor. Acreditemos, nós, juntos, conseguiremos vencer as diferenças sociais existentes em nossa sociedade. Façamos a nossa parte. E agora! Já! Sem perdermos tempo!"   Paulo Machado - Sócio fundador/2004.